Erro de concordância

“Fim de semana passado”, claro, foi mais uma distração do que erro de concordância. Mas não deixa de ser um vacilo. Por sinal, não custa nada o veículo de comunicação “Aventuras na História” contratar um revisor de português. Chega de maltratar a língua portuguesa. Notícia visualizada em 22/05/2022.